Pai desabafa: “Minha bebê morreu porque alguém a segurou sem lavar as mãos”

O pai Jef Gobber  desabafa em suas redes sociais após sua filha recém-nascida Mallory perder a vida após alguém a segurá-la sem lavar as mãos.

” Eu tenho estado calado desde a morte da minha filha Mallory. Eu levei mais de um mês para escrever isso, eu resolvi escrever para impedir que outra pessoa passe pelo mesmo, se não falasse eu seria negligente ao não falar.
Se você tiver um bebê recém-nascido, ou estará por perto de um bebê novo, lave muito bem suas mãos.
Se alguém quiser segurar o seu bebê, certifique-se de que eles lavaram as mãos primeiro. Então faça com que lavem novamente.

Herpes Simplex Virus-1, também conhecido como vírus da herpes labial.
É extremamente comum, e a organização mundial de saúde estima que 67 % das pessoas estão infectada (http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs400/en/#hsv1), para piorar as coisas, muitas pessoas que estão infectadas nunca vão mostrar sintomas na sua vida e provavelmente nem sabem que o têm. Para os recém-nascidos, é provável que seja fatal, como foi o caso para Mallory.

Você pode achar que deveria ter sido fácil de diagnosticar. Com certeza alguém com um a herpes labial beijou ela na boca, né? Mallory nunca esteve em contato com uma pessoa que tinha herpes labial. Nunca. Ninguém nunca a beijou na boca. Apesar disso, ela pegou Herpes Simplex Virus-1 dentro da sua primeira semana de vida e tivemos que vê-la morrer lentamente por quase 2 semanas. Mallory não conseguiu manter as mãos fora da boca e dos olhos e ela estava constantemente chupando os dedos, por isso é quase certo que o vírus entrou em suas mãos em algum momento. É possível ser contagiante mesmo ter o herpes labial ativo.

Ela não tinha sintomas além de uma febre alta durante a maior parte da primeira semana, e na hora que as bolhas apareceram, provavelmente era tarde demais para que os antivirais fossem eficazes. Considerando que mais de metade do mundo tem o vírus Herpes Simplex Virus-1, não entendemos por que tão poucos bebês morrem da doença ou por que a nossa linda filha Mallory foi a estatística azarada, mas é assim que o mundo funciona eu suponho.

Por favor, se você está lendo isso, seja extra exigente sobre lavar as mãos antes de segurar bebês recém-nascidos. Estatisticamente falando, provavelmente você estará infectando um bebê quer você saiba ou não.”, conclui o pai inconformado.

Eu tenho estado bem calado desde a morte de mallory. Me levou mais de um mês agora pra escrever isso, mas se algum bem puder vir dela passando e impedir outra pessoa de vivenciar a mágoa, então eu seria negligente pra não fazer um esforço.

Se você tiver um bebê novo, ou estará por perto de um bebê novo, lave as mãos. Muito.
Se alguém quiser segurar o seu bebê, certifique-se de que eles lavam as mãos primeiro. Então faz com que façam de novo.

Hsv-1, mais comumente conhecido como o vírus por trás de feridas frias, é uma forma de herpes (vírus herpes simplex-1). É extremamente comum, e a organização mundial de saúde estima que 67 % de todos os humanos em A terra está infectada (http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs400/en/#hsv1). para piorar as coisas, muitas pessoas que estão infectadas nunca vão mostrar sintomas na sua vida e provavelmente nem sabem que o têm. Para os recém-nascidos, é mais do que provável fatal, como foi o caso para mallory.

Você pode achar que deveria ter sido fácil de diagnosticar. Com certeza alguém com um a frio dorido beijou ela na boca, né? Mallory nunca esteve em contato com uma pessoa que tinha uma dor de frio ativa. Nunca. Ninguém nunca a beijou na boca. Apesar disso, ela pegou hsv-1 dentro da sua primeira semana de vida e tivemos que vê-la morrer lentamente por quase 2 semanas. Mallory não conseguiu manter as mãos fora da boca e dos olhos e ela estava constantemente chupando os dedos (ver foto anexa), por isso é quase certo que o vírus entrou em suas mãos em algum momento. É possível ser contagiante mesmo sem uma dolorida fria ativa.

Ela não tinha sintomas além de uma febre alta durante a maior parte da primeira semana, e na hora que as bolhas apareceram, provavelmente era tarde demais para que os antivirais fossem eficazes. Considerando que mais de metade do mundo tem o vírus dolorido frio, não entendemos por que tão poucos bebês morrem da doença ou por que a nossa linda filha mallory foi a estatística azarada, mas é assim que o mundo funciona eu suponho.

Por favor, se você está lendo isso, seja extra diligente sobre lavar as mãos em torno de recém-nascidos. Estatisticamente falando, provavelmente você está infectado com o hsv-1, quer você saiba ou não.

Fonte: https://entremaesefilhos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *